quem somos

♥ heart butter é uma forma de VER o mundo: é vontade de superar o que há de ser superado, evoluir usando o antídoto da beleza, a intenção descarada de enxergar a doçura e o sublime da vida, toda ela.
queremos ser adotados por borboletas, escolher as nuvens pelo incêndio de garças, participar do franzimento das horas pelas cigarras, fazer silêncio aos gerânios, trazer perfumes lilases, ser esperados por uma tarde e uma torta em junho, pensar dálias e petúnias.

ela nasceu da vontade de oferecer poesia às pessoas. de tocar, enternecer e comover: sensibilizar. essa vontade existe há alguns anos, mas ganhou força com a decepção de ver a dureza tomando conta de tudo.
a idéia passou por muitos lugares e várias intenções, terminou definida em todas elas: a gente vende de tudo! e mais: desvirtuamos o valor das coisas e tornamos obra de arte, porque é uma composição sua com objetos de curadoria nossa.

o primeiro conceito da loja era: vendemos tudo que é legal. de livros e gibis a brinquedos, passando por roupas, acessórios, papelaria, objetos decorativos e funcionais pra cozinha, sala, jardim, quarto, banheiro. vendemos objetos PARA A VIDA.
a verdade é que queremos decorar a sua vida com o que há de melhor nela: VOCÊ. então são as suas referências que estarão no seu aparador da sala, na mesa da cozinha, no criado-mudo e no seu corpo.

nossa intenção é que você seja descrito nas coisas que tem, legendado mesmo. essas coisas não precisam ser muitas, só precisam ser únicas. é como se elas tivessem uma etiqueta: HELLO, MY NAME IS ________________ (coloque seu nome aqui).
nossa missão (que vira prazer, que vira missão, que vira prazer) é fazer a curadoria dessas “legalzisses” e delicadezas e colocar numa prateleira marota pra você ir pegando o que fala a sua língua e dar o seu significado.

a heart butter foi idealizada por Cristiane Conti e concebida com a ajuda de muitos. porque sem eles, quem somos nós? gratidão também é uma das premissas da marca.
“poesia pra sua vida” é a promoção do amor, no seu sentido mais prosaico e valioso. é esse tesourinho.
Manoel de Barros escreveu, dentre todas aquelas maravilhas, duas frases que dizem quase o mesmo, falam muito e são parte do nosso dialeto:
no osso da fala dos loucos há lírios.
&
os adejos mais raros se escondem nos emaranhos.

VOCÊ é muito bem vindo à galeria heart butter. SINTA-SE em casa!

assinatura